quarta-feira, 20 de junho de 2012

o verão





No verão as tardes dormem no vale.

PM

3 comentários:

Anónimo disse...

As tardes...

Um rapaz beijou-me ontem à tarde
E o seu beijo era um vinho perfumado
Tão longamente bebi nesses lábios o vinho do amor
que ainda agora me sinto embriagada.
Anónimo, Séc I a. C.

Maria Campos disse...

Tão bonito!...

Um BFS :)

Leonardo B. disse...

[resguardam-se

nos arrumos da nova estação;
nem os cantos do pássaro a espantam.]

um abraço,

Leonardo B.